• GoFisio

Queimação na canela ao correr?


Hoje em dia a prática esportiva tornou-se fundamental para nossa saúde e qualidade de vida. Atividades individuais como caminhar, andar de bicicleta ou correr são simples e com benefícios significativos e preventivos a longo prazo.

Apesar da existência de muitos esportes, o maior crescimento vêm dos praticados ao ar livre e com menores custos para o bolso. Pela praticidade muitas pessoas optam pelo jogging (corrida de rua), o esporte proporciona uma sensação de bem estar, promove liberação de substâncias ligadas a felicidade, melhora o sono, previne o stress e correr é um esporte extremamente funcional para o nosso corpo.

Correr é viciante para os atletas que aderem a prática, e não requer nenhum equipamento especial além de um bom tênis!

Portanto vale lembrar que orientações são necessárias para a prática desportiva.

Conviver com uma dor ou lesão não é nada legal, o pior é não saber o que fazer para se livrar do problema para continuar correndo com prazer e alegria.

Uma das maiores queixas de dor por quem pratica a atividade hoje é a sensação de queimação na canela, pelo uso excessivo dos membros inferiores sem o preparo adequado para o esporte. Pessoas que participam de esportes de impacto constante como a corrida estão mais propensos a desenvolver a Síndrome do stress tibial, conhecida popularmente como canelite, sendo uma das lesões mais comuns na corrida.

Alguns outros sintomas como vermelhidão na região da canela, deformação do arco plantar, fraqueza na musculatura e dor na panturrilha estão presentes em alguns casos.

Como a canelite se desenvolve?

A canelite não ocorre como uma lesão repentina, ela é causada por um grande transtorno de estresse cumulativo nos membros inferiores somado a uma falta de tempo para o corpo obter o devido descanso do estresse imposto.

A força excessiva suportada pelas pernas faz com que os músculos inchem e aumentem a pressão contra a tíbia, levando a dor e inflamação. As vezes a dor pode ser tão intensa, que o atleta precisa interromper a atividade por um longo período para recuperação.

Outros fatores que podem causar a canelite incluem fraqueza muscular de quadríceps, isquiotibias e glúteos, falta de flexibilidade, técnicas de treinamentos inadequadas e falta de aquecimento prévio a prática esportiva.

Tratamento

O primeiro passo do tratamento indicado é parar de correr e procurar um acompanhamento fisioterapêutico, aonde além da recuperação será orientado e indicado quais atividades podem ser realizadas para não perder sua condição física durante o tempo sem a pratica esportiva.

Além disso utiliza-se aparelhos terapêuticos para analgesia, alongamentos e exercícios específicos para prevenção de fadiga muscular com objetivo de melhorar a biomecânica e prevenir lesões por sobrecarga.

O retorno a pratica esportiva deve ser realizada de forma gradual para diminuir os riscos de uma canelite voltar.

Porém, assim que os sintomas aparecerem, o ideal é fazer uma avaliação específica pelo médico ou fisioterapeuta. Se a canelite for identificada no começo do processo inflamatório, o tempo para recuperação tende a ser menor.

Portanto, sente dores na canela e sabe o que está acontecendo?

Agende já sua avaliação e venha se reabilitar!!!

Rodrigo Mian da Silva

Fisioterapeuta

#canelite #canela #dor #queimação #fisioterapia #alongamento #avaliação #esporte #corridaderua #corrida

98 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo